ETNO

Morte de Getúlio Vargas

by ianofazio on ago.24, 2012, under Diversos, Opinião

 

O post de hoje fala sobre um dos dias mais marcantes da História do Brasil. Até senti uma responsabilidade a mais por escrever sobre esse tema, pois me remeteu aos meus semestres de estudante de História na UnB. Lembrei-me das várias vezes que andei sozinho pelos corredores da Biblioteca Central procurando livros pra fazer minhas pesquisas. Bons tempos… Agora deixo claro que vou abandonar um pouco minha condição de cientista social pra expressar minha opinião sobre a morte de Getúlio Vargas.

O dia 24 de agosto de 1954 amanheceu em estado de choque para o povo brasileiro. Nunca tivemos um episódio tão cinematográfico na história da política do país. Talvez seja um fato até mais Hollywoodiano que o próprio caso Kennedy nos EUA. Naquela manhã, há exatos 58 anos, o presidente que mais tempo permaneceu no cargo no Brasil foi encontrado baleado no peito em um dos aposentos do Palácio do Catete.

 

Existem diversas teorias sobre sua morte, inclusive de que ele teria sido assassinado. Pra mim são apenas teorias oportunistas que tentam explorar a dramaticidade do tema pra conseguir alavancar vendas de livros ou coisas do tipo. A verdade é que naquele momento os inimigos de Getúlio certamente prefeririam vê-lo afastado do poder e definhando aos poucos na velhice até ser esquecido pelo povo brasileiro.

Getúlio Vargas não foi santo. Tinha inclinações ideológicas próximas a de muitos fascistas que governavam no mundo, mas não podemos deixar de lembrar que esse tipo de ideologia comportamental era uma marca registrada daquele período. Se vamos condenar essas condutas, vamos acabar sentenciando quase toda a população que viveu nas décadas de 1910 até 1970.

Getúlio foi um grande estadista. Ele soube construir uma ampla popularidade com propagandas e realizou feitos marcantes e decisivos para os avanços do nosso país. Ele realmente acreditava no potencial do Brasil. Era contra privatizações e contra o domínio de empresas estrangeiras no território brasileiro. Getúlio criou as principais empresas estatais como a Petrobras e a Eletrobrás e ainda propiciou o maior avanço dos direitos trabalhistas no país.

 

A morte de Getúlio está diretamente ligada com o atentado sofrido pelo jornalista antigoverno Carlos Lacerda. No incidente o jornalista foi ferido e um comandante das forças aéreas brasileiras foi morto. A polêmica tomou proporções maiores quando se confirmou que um dos suspeitos fazia parte da guarda pessoal de Getúlio e de uma só vez a mídia e o exército começaram a pressionar pela renuncia do presidente.

A pressão internacional já era intensa sobre Vargas. Os EUA não viam com bons olhos um presidente na América do Sul com tendências fascistas que pregava a intervenção estatal na economia. Certamente a cúpula de poder norte americano temia um avanço do comunismo ou do fascismo no seu quintal imediato. Empresários brasileiros eram constantemente coagidos a ceder ao imperialismo financeiro imposto pelos EUA.

Getúlio se viu num beco sem saída e optou pela morte em vez de simplesmente renunciar. Muitos dizem que o suicídio é um gesto de egoísmo e covardia, mas discordo. Na maioria dos casos realmente é um gesto de fraqueza, no entanto o suicídio de um político gaúcho aos 72 anos de idade foi um gesto de coragem sem precedentes.

 

O Historiador Jaime Pinsky defende a tese de que o suicídio de Vargas teria atrasado o Golpe de Estado Militar que só aconteceu dez anos depois, em 1964. Quanto ao legado que Getúlio Vargas deixou eu tenho uma opinião polêmica: Eu preferiria viver numa ditadura socialista que viver nesse estado supostamente livre que depende da movimentação de mercado internacional e que mantém a maioria da população ignorante e semianalfabeta. Abro mão facilmente dessa falsa liberdade pra ver um povo mais culto e educado, mas é só minha opinião nesse exato momento… Muito “mamilos” hehehe

 

Pra finalizar, me despeço com um trecho da célebre carta de despedida escrita supostamente por Getúlio Vargas antes do seu ato final.

“E aos que pensam que me derrotaram respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo de quem fui escravo não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue será o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora vos ofereço a minha morte.

Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na História”

Iano Fázio

share save 171 16 Morte de Getúlio Vargas
:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

1 Comment for this entry

Leave a Reply

Procurando alguma coisa?

Ainda não achou o que estava procurando? Deixe um comentário ou entre em contato conosco que a gente te ajuda.